Sapinho de Bruxa
€17,00   Papel

Sapinho de Bruxa

Sinopse

A primeira metade do século XVIII, época em que a vida está condicionada pela sombra gelada da Inquisição, é o cenário desta narrativa rica em factos históricos que, graças ao virtuosismo literário a que o autor já nos habituou, se misturam de forma harmoniosa com a ficção.

Numa pequena aldeia da Beira Alta nasce uma linda menina, Marília, com um sinal na pupila esquerda que acaba por lhe traçar o rumo existencial.

No longínquo Brasil, um menino, António José da Silva o “Judeu”, irradiando felicidade, curioso por tudo o que o rodeia, vê o percurso normal da sua vida interrompido quando a mãe é acusada de judaísmo.

Duas histórias centrais, recheadas de um vasto leque de personagens, transportam o leitor para os locais mais inesperados, desde a pequena aldeia beirã até à aldeia índia de Sapukaí no interior do Brasil, sem que estranhe a mudança de cenário, sentindo-se completamente integrado nele.

A sensibilidade do autor está presente a todo o momento, mas deslumbra-se na abordagem à Natureza, e requinta na denúncia da situação social da Mulher naquela fase.

 Maria Helena Graça

 

Também de salientar a autenticidade dos diálogos, com a linguagem própria da classe social e cultura das personagens, incluindo o surpreendente conhecimento de aspetos do idioma nativo dos índios do Brasil, tupi-guarani, e da linguagem popular. Acentua-se as virtudes humanas, glorifica-se o amor carnal e espiritual, denuncia-se vícios dos intocáveis, na criação de uma belíssima ficção que tão bem se casa com a realidade.

“Sapinho de Bruxa” é pois uma obra-prima cuja leitura nos deleita e enriquece.

Francisco Macedo

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.