Hélder Filipe da Silva Monteiro

Helder Filipe da Silva Monteiro nasce a 17 de Março de 1979, no seio de uma família católica e pobre. Durante a sua vida escolar, desenvolve um peculiar gosto pela escrita. Aos dezasseis anos, vence o primeiro concurso literário, intitulado LER É UM PRAZER! Aos dezassete anos de idade, escreve à mão, aproximadamente, seiscentos poemas. A partir daí, é com enorme interesse que começa a participar nos principais e mais relevantes concursos literários do país: “Poesia Com Timor” - Câmara Municipal de Tomar, a 25 de Setembro de 1999; “Sete Poetas Para o ano 2000 – O Contador de Histórias, a 26 de Setembro de 1999;“Concurso literário Prémio Literário de Sintra”, a 15 de Setembro de 2000; Concurso Literário Divisão de Bibliotecas Câmara Municipal de Almada, a 06 de Maio de 2003. Helder Filipe da Silva Monteiro é apreciador de programas de Cultura Geral. Assim sendo, participa a 16 de Junho de 2005 no bem conhecido UM CONTRA TODOS da RTP1, o qual considera “uma das experiências mais gratificantes e inesquecíveis da sua vida!” Alguns anos depois, a 18 de Março de 2007, publica os primeiros poemas em livro, com o título ILUMINATURA DE ALMAS. Quatro anos mais tarde, a 29 de Outubro de 2011, participa pela primeira vez, no Prémio Pessoa.

Já em 2012, Helder Filipe da Silva Monteiro participa pela primeira vez no Concurso Literário APE/Babel PRÉMIO REVELAÇÃO- Categoria Poesia -. No mesmo ano, participa ainda, pela primeira vez, no PRÉMIO NACIONAL DE POESIA DA VILA DE FÂNZERES, a 21ª EDIÇÃO do evento e, finalmente a 29 de Outubro de 2012, participa novamente no Prémio Pessoa.

Em Março de 2013, publica o segundo livro de poesia, intitulado HOLOCAUSTO, em homenagem às vítimas desse horror. A 23 de Abril desse ano participou, pela primeira vez, no Prémio Literário Maria Ondina Braga, e participa pela segunda vez no PRÉMIO NACIONAL DE POESIA DA VILA DE FÂNZERES, a 22ª EDIÇÃO do evento. No mês de Julho desse ano, participa pela primeira vez no Concurso Literário FLORBELA ESPANCA, modalidade poesia e, finalmente, a 29 de Outubro de 2013 concorre, pela terceira vez, no Prémio Pessoa, com exemplares do livro HOLOCAUSTO.

Salienta-se ainda que, nos últimos três anos, Helder Filipe da Silva Monteiro tem colaborado em inúmeras petições CONTRA o A.O.1990 com o objectivo de defender, em Portugal, a anterior e correcta Ortografia!

 

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.