Gabriel Fernandino

Nasceu em Minas Gerais, Brasil, na cidade de Barbacena. Lançou Pot-pourri de Tipos e Pieguices (2015), um compilado de textos em prosa poética, no ensejo do I Festival Literário Internacional de Belo Horizonte, Brasil. Também publicou Não-haikais ou leituras de banheiro (2019), obra concretista lançada na Livraria da Vila em São Paulo; no mesmo ano, foi finalista na categoria de contos do Prêmio Literário Selo Off da Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP), Brasil. Contribuiu ainda como coautor em coletâneas de contos e poesias. É curador do Polisia, canal que promove a edição poesias lidas em diálogo polissêmico com conteúdos audiovisuais. Gabriel Fernandino trabalha como intérprete e é Mestre em Ciência Política e Bacharel em Relações Internacionais.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.