Frederico Pereira

De pais portugueses (Ilha da Madeira), nasceu em França a 11 de fevereiro de 1982 e lá viveu até aos 12 anos. Já em pequeno desenvolve algum gosto pela poesia devido a obras como Romeu e Julieta de William Shakespeare e Cyrano de Bergerac de EdmondRostand. Ainda jovem volta com a mãe para Lisboa.

Em Portugal, é influenciado por autores como Almeida Garrett, Eça de Queirós, Florbela Espanca e Manuel Maria Barbosa du Bocage. O seu primeiro poema “Criança” (2009) publicado no espaço do leitor do Destak, deve-se a uma discussão com um amigo, por causa de um poema publicado no mesmo jornal. O amigo só lhe respondeu para “fazer melhor” e assim fez, tornando-se então num hobby. Entretanto como trabalhador estudante licenciou-se em Psicologia Clínica e de Aconselhamento na Universidade Autónoma de Lisboa, mas sem hipóteses de ingressar na profissão devido às crises e antagonismos existentes no governo.

Foi escrevendo e publicando, tendo alargado o seu hobby para fotografia e também começa a enviar poemas para o Jornal Metro. Em 2011 vence, com um poema em inglês, um concurso organizado pelo Metro de São Petersburgo, destinado aos países europeus onde existia o “Jornal Metro” competindo e derrotando assim outros 2.000 candidatos da União Europeia.

Em 2016, pela influência positiva de uma amiga, publica o seu primeiro livro baseado nos seus princípios de vida “Pequenos Pensamentos − Esperança, Determinação, Sonhos e Amor”.

Actualmente trabalha no Centro Hospitalar de Lisboa, Zona Central, Polo Curry Cabral como assistente operacional o que, obviamente, teve algum impacto na sua escrita.

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.