Francisco Duarte Augusto

 Francisco Duarte AugustoFrancisco Duarte Augusto, Inspetor-Chefe aposentado da Polícia Judiciária, é natural de Caféde, concelho de Castelo Branco, tem 83 anos de idade (nascido em 09.07.1930), é casado e tem 3 filhos.Para além da profissão, a que dedicou 36 anos da sua vida, nunca deixou de escrever, tendo editado porém, apenas há 3 anos, o seu primeiro livro – Retalhos da Vida de um Polícia – e visto publicar dois dos seus poemas “Feira do relógio” (págs. 453 a 455) e “Notas soltas” (págs. 502 e 503), nos Tomos I das Antologias de Poesia Contemporânea IV e V, editadas em 2013 e 2014 pela Chiado Editora.Na obra que agora se dá a conhecer retrata, de forma resumida - pois muitos outros poemas ficaram ainda por editar – parte da sua vasta produção literária, composta por referências às suas vivências, à família, aos caminhos que percorreu ao longo da vida, à sua atividade profissional, e, sobretudo, às suas origens (designadamente a aldeia que o viu nascer).

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.