C. M. Gil

A autora nasceu em Montoito, vila do Alto Alentejo, viveu alguns anos em Lisboa e vive atualmente numa cidade Património da Humanidade, onde pratica a docência.

            Licenciada, mestre e doutoranda nas áreas do Português e da Literatura Portuguesa Contemporânea , o seu desassossego intelectual mantém-se devido a um grande poeta, "talvez pessoa", talvez génio.

            A presente obra resulta da dissertação do Curso de Mestrado em Criações Literárias Contemporâneas, apresentada na Universidade de Évora  e  procura mostrar mais uma faceta do caleidoscópico Pessoa, na sua incessante tentativa de descoberta interior. Nessa busca constante, ele irá transformar-se em detetive que resolverá enigmas e provará que "contra argumentos, não há factos".

Obrigado pela sua visita

Antes de nos deixar, subscreva a nossa newsletter e fique sempre informado sobre os nossos livros.